domingo, 5 de outubro de 2008

Lanche de domingo

Convidei-o para vir lanchar a minha casa convencendo-o a desmarcar a saída com a namorada. Ele só está habituado a dar umas escapadelas comigo nos dias de trabalho em que arranjamos alguma desculpa para os nossos respectivos que envolve trabalho. Mas hoje apetecia-me estar com o puto... apetecia-me que ele me devorasse com aquela intensidade louca que ele sabe tão bem usar. Quando ele chegou ao meu apartamento, o lanche estava servido... o petisco principal era eu. Vestida apenas com uma lingerie preta ainda por estrear. Ficou embasbacado a olhar e disse que adorou a surpresa, que nem sabia o que dizer. Eu disse-lhe que não tinha que dizer nada, apenas que fazer. Assim foi...

Agora ele já foi ter com a namorada. É melhor assim, ela é que lhe dá o conforto emocional. Eu e ele é só intensidade fisica, atracção incontrolável. Mas no fundo gostava que ele ainda aqui estivesse, ao meu lado, enquanto escrevo este post nua com o portátil sobre as minhas pernas...

3 comentários:

Maldonado disse...

Isso é o que se chama estar de papo cheio... ;)

Shelyak disse...

Bela perversidade...love it!!!!!!

Laura disse...

As mulheres fazem o que querem!
Ou pelo menos, deviam ;)
Beijos femininos!